“Amar sem possuir, envolver-se sem depender.
O desapego abandona os rótulos e respeita a sinfonia das personalidades ao redor.
Elas revelam as riquezas da vida, desimpedidas dos nossos próprios desejos. Desapego é como o sol que ilumina, mas não domina, as qualidades de cada um. À distância ele tenta libertar os conflitos da diversidade mas permanece livre do efeito do resultado.”