“Nosso medo mais profundo não é sermos inadequados. Nosso medo mais profundo é sermos poderosos para além da medida. É nossa luz, não nossa escuridão que mais nos amedronta. Nós nos perguntamos: ‘Quem sou eu para ser brilhante, lindo, talentoso, fabuloso?’ Na verdade, quem é você para não ser? Você é filho de Deus.”